Papo
Como as empresas de TI evoluíram diante da pandemia

A digitalização bate à porta de empresas que adiaram ao máximo cuidar de sua presença on-line para atender a um consumidor cada vez mais exigente e imediatista. Diante de todo esse crescimento, a falta de profissionais qualificados para a área de tecnologia virou preocupação de todos.

Em uma recente análise feita pela Brasscom - Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, até 2024 serão necessários 420 mil profissionais de tecnologia da informação (TI) somente no Brasil. O problema é que o país consegue formar aproximadamente 46 mil profissionais por ano. Sendo que, profissionais recém-formados não possuem experiência suficiente para entregas qualificadas e precisam aprender na prática.

A empresa curitibana Materialize é uma das startups que surgiu de olho nesse problema. Criada em 2019 por Raphael Derosso Pereira e Maycon Santos, especialistas na área de tecnologia, ela vem resolvendo a falta de mão de obra qualificada nas áreas de TI e marketing.

Buscando o amadurecimento digital e a economia de tempo de seus clientes, sua solução é otimizar prazos de entrega dos projetos, unindo metodologia ágil com o conhecimento técnico e sênior. Para isso, a startup conta com especialistas espalhados pelo Brasil, Alemanha, Suécia, Espanha e Canadá. Trabalham em diferentes fusos e turnos, desenvolvendo projetos digitais e de novos negócios online para seus parceiros. Uma fórmula disruptiva e alinhada com as novas projeções do mercado global de tecnologia.

Fonte:Terra

Categorias
Atualidade, Tecnologia

Postado em
Apr 18, 2021